sábado, 20 de junho de 2009

Para José


A sua face bruta e endurecida

Retangular

Em minha memória,

Aparece em dias
em que nada sei

Enquanto escuto
Pedido de casamento
Em novas línguas

Reaparece em mim
A dor esquecida nos seus olhos

E sem mais esperar
A imagem de você

Nós dois

É para o nunca

O sempre

mais...

2 comentários:

Priscila disse...

queria saber russo pra me despetalar de verdade em um blog...
já passei por aqui algumas vezes. sinto saudade e melancolia por coisas que nem são minhas.
beijos,

Priscila Nicolielo disse...

ache que tivesse comentado.
agradeço a visita. fique à vontade. já passeei aqui algumas vezes e adoro a atmosfera.
um beijo,